Ações de promoção à saúde, atenção psicossocial e educacional como práticas de integração universitária

Crislaine Luisa Araújo, Vânia Regina Bressan

Resumen


Na última década cresceu no Brasil o número de vagas ofertadas nas instituições públicas federais de ensino superior. Os programas e políticas que aumentaram as possibilidades de acesso não foram acompanhados, na mesma proporção, por políticas ou programas de permanência. Dessa forma, as universidades públicas federais apresentam um índice elevado de desistência/evasão. Parcela significativa dos alunos evade da universidade por questões de aprendizagem e adaptação à rotina universitária. Além disso, vários fatores relacionados à saúde mental dos estudantes universitários contribuem para o mau desempenho acadêmico. Diante deste contexto, uma Rede de Apoio ao Discente foi criada na Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG), Estado de Minas Gerais, Brasil, em fevereiro de 2016. Esta propõe ações de caráter multiprofissional e interdisciplinar, com a colaboração de profissionais e envolvimento de docentes alocados em diversos setores da UNIFAL-MG, bem como representantes discentes e profissionais colaboradores externos convidados. A rede tem por objetivo desenvolver ações de promoção à saúde, atenção psicossocial e educacional, visando a integração do estudante ao contexto universitário, sua permanência e conclusão do curso. As ações oferecidas pela Rede de Apoio ao Discente são: a acolhida ao calouro, serviço de acolhimento e Psicologia, rodas de Terapia Comunitária Integrativa, projeto Fala Garoto(a), oficinas de artesanato com material reciclável, rodas de conversa temáticas, ações de acessibilidade e inclusão, serviço de orientação educacional, atendimento por médico generalista, campanha Setembro Amarelo, parcerias interinstitucionais, mostra de talentos, criação de espaços de vivência, projeto UNIFAL-MG sem estresse, auxílio na divulgação de serviços e artigos produzidos pelos discentes, sensibilização do corpo docente e técnico sobre atitudes que geram opressão e traumas. Essas ações propiciam a integração do estudante à Universidade e proporciona uma melhor vivência universitária. A integração ao ensino superior interfere no envolvimento do estudante com a instituição, com o curso e na sua decisão de permanência.

Palabras clave


Universidade; Integração; Ações psicossociais; Estudantes.

Texto completo:

PDF

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Los textos generados en la Sección Congresos CLABES son publicaciones de acceso abierto mostrados bajo licencia CC BY-NC-SA Creative Commons Atribución - NoComercial - Compatitr Igual 4.0 Internacional 

 




© 2016 Portal de Revistas de la Universidad Tecnológica de Panamá
Este sitio es un componente del proyecto UTP-Ridda2
Utilizando Open Journal Systems