Reordenação De Disciplinas Da Matriz Curricular Do Curso Superior De Tecnologia Em Transporte Terrestre Como Estratégia Para A Redução Da Evasão

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Edegar Mauricio Keretch
Angelo Luiz Cortelazzo
Enviado: Nov 29, 2018
Publicado: Nov 30, 2018

Resumen

As graduações tecnológicas no Brasil na área da infraestrutura possuem um conteúdo expressivo de disciplinas básicas ligadas à matemática e física, cuja presença nos currículos de cursos superiores normalmente eleva as suas taxas de reprovação. A partir de estudos realizados em uma instituição pública de ensino, foi analisado o fluxo de alunos desde a implantação do Curso Superior de Tecnologia em Transporte Terrestre, de 2012 até 2017, contemplando o ingresso de 23 turmas de estudantes, em 12 semestres letivos e a sua formatura ao longo do tempo. Foram analisadas, ainda, as reprovações em cada uma das 43 disciplinas que compõem a matriz curricular, para todas as turmas, além do cômputo de trancamentos, desistências e cancelamentos de matrícula. Os resultados revelaram a presença de quatro disciplinas com taxas de reprovação superiores a 60%, todas no semestre de ingresso, além de sete outras com taxas entre 40 e 50% de reprovação. A partir dos resultados, a matriz curricular foi reorganizada de modo a distribuir as 4 disciplinas nos 3 primeiros semestres, diluindo a sua presença e possibilitando outras atividades curriculares para o amadurecimento acadêmico do estudante. Além disso, foram relocadas e aproximadas disciplinas complementares ou interdependentes, a fim de aumentar a motivação dos estudantes e consequente diminuição da evasão. As modificações curriculares estão sendo implementadas gradativamente a partir do ano de 2018 e devem se somar a outras iniciativas que vêm sendo realizadas com vistas à redução da evasão como disciplinas de nivelamento e monitorias. Além disso, a obtenção de dados que quantificaram o fluxo estudantil foram de extrema valia para a sensibilização dos malefícios da evasão na eficiência e eficácia da formação universitária, bem como para que o projeto pedagógico do curso pudesse ser plenamente compreendido, o que trouxe benefícios secundários, como a integração de temas comuns ou complementares, o desenvolvimento de projetos interdisciplinares e trabalhos de conclusão do curso, além da necessária revisão das metodologias empregadas nodesenvolvimento das atividades docentes. O estudo também possibilitou a mensuração da eficiência formativa dos estudantes, considerada como sendo a quantidade de formados no prazo sugerido para o término do curso, que oscila entre 10 e 25%, mas que atinge 44% ao final do período máximo permitido para a sua integralização. A evasão apresentada, da ordem de 50%, apesar de bastante elevada, é semelhante a outros cursos da área das ciências exatas do país.

Palabras clave

Evasão, Estrutura Curricular, Transporte Terrestre, taxas de Reprovação.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Cómo citar
Keretch, E., & Cortelazzo, A. (2018). Reordenação De Disciplinas Da Matriz Curricular Do Curso Superior De Tecnologia Em Transporte Terrestre Como Estratégia Para A Redução Da Evasão. Congresos CLABES. Recuperado a partir de http://revistas.utp.ac.pa/index.php/clabes/article/view/1932