Evasão na disciplina de algoritmo e programação: um estudo a partir dos fatores intervenientes na perspectiva do aluno

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Maria Martins Giraffa
Michael da costa Mora
Enviado: Oct 21, 2016
Publicado: Nov 3, 2016

Resumen

No Brasil cada vez mais os alunos chegam à universidade com deficiências na sua formação básica. Deficiências estas relacionadas à expressão em língua materna (escrita), interpretação de textos e enunciados, hábitos de estudo e pesquisa e, especialmente, com formação deficitária no que tange a conteúdos de Matemática. Estas deficiências têm sido apontadas como fatores impactantes e relacionados com o cancelamento ou abandono na disciplina de Algoritmos e Programação. Estudos brasileiros e internacionais apontam para a necessidade de se criar estratégias e programas de incentivo a permanência nestas disciplinas do primeiro ano dos cursos de Computação. No entanto, maioria dos estudos apresenta a perspectiva do professor e sua observação acerca dos fatores que ele/ela julga intervenientes no processo de evasão. Geralmente estes fatores são oriundos de elementos da avaliação formal (testes, exercícios e provas). O diferencial deste trabalho foi buscar na fala dos alunos a sua perspectiva e verificar o quanto esta geração conectada realmente abandona a disciplina por razões de falta de pré-requisitos. Buscou-se identificar que outros fatores motivacionais, estruturais e socioeconômicos levou estes alunos a desistirem, do estudo naquelas disciplinas. Este estudo constitui-se numa análise qualitativa, descritiva, com estudo de caso, contando, para tal, com levantamento bibliográfico e pesquisa de campo, com apoio nos testemunhos de alunos de cursos de graduação dos cursos de Sistemas de Informação de Ciência da Computação da PUCRS, no período de2012 a 2013, que abandonaram ou cancelaram a disciplina antes do término do período letivo. A coleta de informações deu-se por meio de questionário online enviado aos alunos que cancelaram as disciplinas. A seleção deste aluno foi realizada pelo registro de cancelamentos nas salas virtuais associadas às turmas de Algoritmo Programação I, no referido período estudo de caso a que se refere essa pesquisa, o a perspectiva e opinião dos alunos das causas que os levaram a abandonar ou cancelar a disciplina, é do tipo analítico, porque se constitui, primeiramente, pelo caráter descritivo. Segundo Yin (2010) são os estudos de caso de cunho analítico os que podem proporcionar significativo avanço no conhecimento real do contexto. Assim, essa abordagem se integra aos interesses da pesquisa, porque permite voltar o olhar para o processo de desistência por parte os alunos dos seus estudos. A análise dos dados foi enriquecida com as contribuições nas questões abertas utilizando a na Análise Textual Discursiva de Moraes e Galiazzi, (2006).

Palabras clave

Abandono.Educação Superior. Ensino de Algoritmos e Programação.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Cómo citar
Giraffa, M., & Mora, M. da costa. (2016). Evasão na disciplina de algoritmo e programação: um estudo a partir dos fatores intervenientes na perspectiva do aluno. Congresos CLABES. Recuperado a partir de http://revistas.utp.ac.pa/index.php/clabes/article/view/888